Ainda






Ainda que lá fora eu chore
Ainda que aqui dentro eu chova
Mesmo que o frio implore
Na minha alma, não encontra abrigo

Ainda que o desmedido invente

Ainda que o descumprido intente
Mesmo que o frio implore
Na minha alma, não encontra abrigo

Ainda que o aparente vença

Ainda que a fogueira queime
Mesmo que o frio implore
Na minha alma, não encontra abrigo

Ainda que um fim seja a premissa

Do folego ínfimo desistir
Um só lampejo bastaria
Pro amor em mim, resistir


Elzinha Coelho







Postagens mais visitadas